Lucro real, presumido ou simples. Melhor Opção? - Atualizado pela LC 155/2016

Autor: Paulo Lenir dos Santos - Ano 2018 | 142 páginas - 5ª edição | Paixão Editores - ISBN 978-85-60392-45-2
SKU
978-85-60392-45-2
R$41,00


De longa data nos questionamos a respeito da melhor e mais econômica forma de tributação das atividades em geral e das atividades especiais de serviços (setor terciário). Por outro lado, vemos constantemente o agravo da carga tributária, como aconteceu com o PIS e a COFINS.

Todos os profissionais envolvidos na área contábil e tributária, a cada início de ano, ficam diante de um dilema para escolher a forma de tributação a ser adotada para os seus clientes: Lucro Real, Lucro Presumido ou Simples Nacional?

Com a publicação da LC nº 155/2016, fica ampliado o limite da receita bruta para R$ 4.800.000,00, o que possibilita um maior ingresso das empresas no sistema do Simples Nacional.

Já tínhamos, por intermédio da LC nº 147/2014, a inclusão no sistema do Simples Nacional de diversos serviços que até então estavam impedidos desta opção como, por exemplo, serviços médicos, engenharia, arquitetura e tantos outros.

Apresentamos, nesta obra, uma análise prática e técnica de cálculos tributários.

Apresentação

Capítulo I – Comparação da Tributação do Lucro Presumido com o Lucro Real

1. Estudo e Planejamento da Carga Tributária

2. Palavra sobre o PIS e a Cofins

3. Ponto de Equilíbrio entre as Duas Sistemáticas

4. Apuração do Resultado na Tributação pelo Lucro Presumido

5. Apuração do Resultado na Tributação pelo Lucro Real

6. Apuração do Ponto de Equilíbrio

7. Lucros Diferentes dos Pontos de Equilíbrio

8. Aplicação Prática

9. Critério de Avaliação do PIS/Cofins

10. Exemplos

Capítulo II – Comparação da Tributação do Lucro Presumido com o Lucro Real

e com o Simples Nacional

1. Lucro Presumido com Carga Tributária de 8%

2. Lucro Presumido com Carga Tributária de 16%.

3. Lucro Presumido com Carga Tributária de 32%

4. Ponto de Equilíbrio para Comparação

5. Carga Tributária do Simples Nacional

Capítulo III – Comparação com Relação às Atividades Comerciais Previstas no Anexo I

1. Estudo da Comparação nas Atividades Comerciais

2. Avaliação

Capítulo IV – Comparação com Relação às Atividades Industriais Previstas no Anexo II

1. Estudo da Comparação nas Atividades Industriais

2. Avaliação

3. Estudo da Comparação nas Atividades com Incidência Simultânea de IPI e de ISS

4. Conclusão

Capítulo V – Comparação com Relação às Atividades dos Seguintes Serviços Previstas

no Anexo III

1. Estudo da Comparação nas Atividades de Locação de Bens Móveis

2. Resultado

3. Estudo da Comparação nas Diversas Atividades

4. Avaliação

5. Estudo da Comparação na Comunicação e nos Transportes Interestadual e

Intermunicipal de Cargas

6. Conclusão

Capítulo VI – Comparação com Relação às Atividades dos Seguintes Serviços

Previstas no Anexo IV

1. Estudo da Comparação das Atividades Listadas

2. Avaliação

Capítulo VII – Comparação com Relação às Atividades dos Seguintes Serviços

Previstas no Anexo V

1. Estudo da Comparação das Atividades Listadas

2. Resultado

Conclusão Final

Legislação

Lei Complementar nº 123/2006

Lei Complementar nº 155/2016

 

WA button